Posted in F5, Programming

re-load de um swf com Jquery

Gambi de como fazer re-load de um swf com Jquery:

Faça o import do jQuery dentro da tag <head>:

<script src=”http://ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/1.7.2/jquery.min.js”></script&gt;

Aqui, apontamos para o google, mas o jquery pode estar numa pasta fisica do seu projeto.

Depois de ter importado o jquery para o meu projeto, verifiquei meu embed. É o padrão que eu sempre uso:

<div id=”filme”>
< object  id=’myId’ scale=’noscale’ type=’application/x-shockwave-flash’ data=’teste.swf’ width=’550′ height=’400′>
<param name=’movie’ value=’teste.swf’ />
<param name=’scale’ value=’noscale’ />
</ object >

</div>

E adiciono uma tag <a> com href só para fazermos o teste da função com clique:

<a href=”javascript:void(0)” class=”link”>Click</a>

Novamente na tag <head> escreva uma tag  <script> e dentro dela a função em jquery:

$(function(){
$(‘.link’).click(function(){
$(“#filme”).html( “< object id=’myId’ scale=’noscale’ type=’application/x-shockwave-flash’ data=’teste1.swf’ width=’550′ height=’400′><param name=’movie’ value=’teste1.swf’ /><param name=’scale’ value=’noscale’ /></object > “);

});

});

E pronto. A função apenas substitui o conteudo dentro da <div> com o id “filme”, então, tome cuidado para não faltar ou sobrar coisas no seu projeto. Toda o conteudo dentro da <div> vai dentro de aspas duplas (“) com os valores modificados dentro da função html().

Exemplozinho básico

::arianeoliveira.com/swf-jquery/

Com uma parte feita pelo meu amiguinho Willian

 

E é isto.

Posted in F5, Programming

Encapsulation

O Encapsulamento segue a metáfora da caixa preta.

Você protege o seu objeto de alterações do objeto cliente, porém permite que

o seja  implementado uma funcionalidade, por exemplo, a partir de uma subclasse.

A “pegada” principal do encapsulamento, é que o cliente não saiba (ele não precisa saber

mesmo! ) o que está acontecendo com o meu objeto, ele apenas passa dados ( se tiver que passar)

e recebe os resultados, sem saber o como meu objeto faz isto.

Pegamos um cachorro por exemplo:

aw!
Aw!!!

Você vê o cachorro, o ouve, interage com ele, entretanto você não faz idéia ( alguns fazem ) o

que ocorre dentro do cachorro para que ele também intaraja com você.